EPUBS
UFF
EPUBS
CEAD

O Curso de Aperfeiçoamento em Gerência de Unidades Básicas de Saúde, Gestão da Clínica e do Cuidado, é resultado da parceria entre a Universidade Federal Fluminense (UFF) e o Departamento de Atenção Básica do Ministério da Saúde (DAB/MS).

• Objetivo Geral
Desenvolver processos de educação permanente com ênfase na gerência de unidades básicas de saúde e na gestão do cuidado na atenção básica.

• Objetivo Específico
Capacitar gerentes e profissionais com função gerencial em unidades básicas; Sistematizar conhecimentos e experiências em gerência de unidades e tecnologias de gestão da clínica e do cuidado em saúde; Analisar práticas de gestão da clínica e do cuidado utilizadas em experiências nacionais; Apoiar a incorporação de ferramentas de gestão da clinica e do cuidado por profissionais da atenção básica.

• Público Alvo
Portadores de diploma de nível superior na área da saúde que estejam atuando em atividades de natureza gerencial em Unidades Básicas de Saúde.

• Justificativa
Aos gerentes de unidades básicas de saúde, são necessárias competências que vão desde a gestão de insumos, pessoal, até o monitoramento de indicadores de saúde. Por sua vez, aos gerentes, apoiadores e profissionais da atenção básica, são cada vez mais necessárias competências de gestão clínica e gestão do cuidado, tais como utilização de casos traçadores, análise de eventos-sentinela, gestão por agravos e condição de saúde, projeto terapêutico singular, gestão de linhas de cuidado, consul ta compartilhada entre generalistas e especialistas, gestão de casos, dentre outras.
A necessidade de sistematização, desenvolvimento e apoio à implementação e incorporação de saberes e práticas destes diferentes domínios de gestão local da e na atenção básica- envolvendo elementos da gestão formal das unidades e da gestão informal do cuidado dos usuários, constitui a justificativa deste curso de atualização.

• Modelo Pedagógico
A proposta pedagógica desenhada para a atualização do gerente de Unidade Básica de Saúde (UBS), parte do pressuposto que a aprendizagem deva se dar, sobretudo para uma práxis, isto é, o trabalho tal como ele se realiza e os cenários nos quais ele se instala, constituindo, o insumo fundamental para a aprendizagem. Na gestão em saúde aprender com a própria experiência faz com que o gestor consiga manejar de forma eficaz, as situações com as quais enfrenta o cotidiano de construção do SUS. Propõe-se a modalidade de Educação à Distância, no formato semipresencial, em que combina métodos e tecnologias de aprendizagem, associados ao intenso debate e análise dos cenários de trabalho que desafiam os gestores no seu cotidiano. A interação é realizada pelas ferramentas disponibilizadas no Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA). Assim, os conteúdos foram organizados em três Unidades de Aprendizagem (UAs) sendo que cada uma delas aborda especialmente uma macro competência relacionada à gerencia nas unidades de atenção básica: a gestão do trabalho; a gestão de insumos e a gestão de redes de atenção à saúde

• Sistema de Avaliação
O curso propõe uma avaliação contínua e processual de caráter formativo. A avaliação, assim vista, torna-se um instrumento fundamental, comprometido com sua aprendizagem e com seu desenvolvimento durante todo o processo. Nesse contexto, o tutor é o parceiro fundamental, na medida em que procurará perceber os avanços e possíveis dificuldades dos alunos/gestores, intervindo sempre que necessário com vistas à qualificação do processo de ensino-aprendizagem. No material didático, as Atividades de Avaliação estão realçadas em cada Unidade de Aprendizagem. Elas serão avaliadas com base em critérios como coerência, clareza e posicio­namento crítico e reflexivo no relato do uso das ferramentas propostas. Os fóruns são espaços de reflexão e construção coletiva, e a participação ativa do aluno nos fóruns é parte importante do processo de avaliação.Durante as aulas, o aluno é convidado a registrar livremente, em alguns momentos, suas observações e estudos em um espaço, chamado Caderno de Notas, fundamental para a elaboração das ativi dades de avaliação. Cada aluno deverá escolher entre seus registros uma experiência de gestão utilizando ferramentas propostas pelo curso e apresentá-la para a turma e tutor, ao final do curso, no formato de uma narrativa. Há também as avaliações institucionais (auto-avaliação, avaliação de disciplina, avaliação do tutor, avaliação do curso), com objetivo de aprimorar as estratégias adotadas pelo curso.

• Estrutura do Curso
180 horas
Duração de 06 meses
Curso Semipresencial, estruturado em Macro competências organizadas em três Unidades de Aprendizagem: Gestão do Processo de Trabalho em Saúde, Gestão de Materiais em Unidades de Saúde, Gestão em Redes, Linhas de Cuidado e Planejamento Participativo.

As macro competências são o resultado das ações e das necessidades reais dos gerentes que se estabelecem no campo da gestão do trabalho; insumos para o desenvolvimento das atividades e por fim no plano da construção de redes.

• Relacionadas a Gestão do Trabalho
Descrição - Capacidade de estimular o vínculo entre os profissionais da equipe, informando diretrizes, negociando regras, mediando conflitos, resolvendo questões pertinentes ao processo de trabalho e avaliando resultados, além de planejar e propor estratégias para alcançar os objetivos esperados.

• Plano da Gestão dos Insumos
Descrição: Capacidade de valer-se, dos recursos físicos, tecnológicos e equipamentos existentes na UBS, no apoio aos processos de cuidado e de orientar a equipe sobre a correta utilização desses recursos.

• Relacionada a Gestão de Redes
Descrição: Capacidade de fomentar ambiente que estimule e favoreça parcerias entre usuário, os diferentes atores e as demais unidades de saúde, motivando os profissionais, acompanhando e estabelecendo clima propício para a construção de redes de cuidado.

• Período
Anual